Como montar seu restaurante – 6 dicas

Como montar seu restaurante – 6 dicas

O setor de alimentação fora do lar sempre foi um nicho interessante para novos empreendedores no país. Mesmo em um ano de forte recessão econômica como 2015, o segmento cresceu 6,2%, segundo dados do Instituto Foodservice Brasil (IFB). Com o leve movimento de melhora econômica que estamos vivenciando, a expectativa é que em 2016 o setor cresça quase 8%. Diante disso, criamos este post para você que deseja começar sua jornada empreendedora e precisa de dicas sobre como montar seu restaurante. Acompanhe e tire todas as suas dúvidas!

1 – Estruture um plano de negócios

O plano de negócios é a base de qualquer empreendimento. Com ele, você irá se munir de informações sobre o mercado, sobre o seu potencial de investimentos e a estrutura organizacional da sua futura empresa. Além disso, é a partir do plano de negócios que serão realizadas as primeiras projeções quanto às expectativas de crescimento de seu restaurante. Desse modo, você poderá reduzir os riscos inerentes à atividade empreendedora. Se precisar de auxílio para montar seu plano de negócios, consulte este manual do Sebrae.  

2 – Estude seu segmento de mercado

Durante a elaboração do plano de negócios, é essencial realizar uma análise detalhada do mercado em que você atuará. Nessa etapa, não se limite apenas a estudar o segmento de alimentação em si, mas também as especificações do tipo de restaurante que você deseja abrir. Um exemplo: tem interesse em abrir um restaurante oriental? Analise os dados de crescimento desse mercado, qual a força da concorrência que você terá de enfrentar, que diferenciais você oferecerá com o seu negócio, etc.

3 – Fique atento à localização

Estar bem localizado, sobretudo no universo de bares e restaurantes, será um trunfo no caminho do sucesso de seu empreendimento. Por isso, não deixe para a última hora a escolha do local do estabelecimento. Quando estiver com o local definido, aproveite para analisar quais são as demandas de seu público-alvo e que tipo de restaurante pode ser mais bem-sucedido na região.

4 – Seja criativo

Como já explicamos aqui, a criatividade é um fator importante na vida de um empreendedor e pode ser aplicada de diversas formas na montagem de seu restaurante. Quer alguns exemplos? Se você for atender públicos familiares, vale a pena investir na diversificação de ambientes de seu estabelecimento e até mesmo em um espaço infantil. Outro passo que não pode ser esquecido consiste na harmonização do restaurante, momento em que você poderá ser criativo e distribuir bem as cores do ambiente, mesas e decoração do estabelecimento.  

5 – Foque em um atendimento de excelência

Uma coisa é certa: não adianta investir tempo e dinheiro em um restaurante se você descuidar do serviço. Ele será fundamental para que a experiência do cliente no seu estabelecimento seja satisfatória. Portanto, não deixe de realizar treinamentos que padronizem e assegurem a qualidade do atendimento de todos os seus colaboradores, antes mesmo da abertura do espaço. Verifique também as demandas específicas do seu público e adapte o serviço segundo o perfil destes consumidores (por exemplo, mais formal ou informal). Quer mais algumas dicas para um atendimento eficaz? Não deixe de ler esse artigo do nosso blog.  

6 – Invista na apresentação da equipe

Assim como um ambiente bem harmonizado chama a atenção de consumidores, ter uma equipe uniformizada de acordo com o estilo do espaço transmitirá a ideia de que você se preocupa com cada detalhe de seu empreendimento. Não esqueça de ficar atento à qualidade e ao conforto das peças. Se tiver dúvidas a respeito de como escolher vestimentas para sua equipe, consulte este texto que preparamos para você.  Aproveite e veja as novidades de nossa linha de uniformes voltada para restaurantes.

Agora que você já sabe como montar seu restaurante, não deixe de se manter sempre atualizado! Você provavelmente já sabe que, após entender os passos principais de como montar seu restaurante, há ainda toda uma trajetória de desafios até que você alcance o sucesso com seu negócio. Foco e disposição para acompanhar as novidades de seu segmento serão seus aliados neste caminho.

Gostou de nossas dicas sobre como montar seu restaurante? Deixe sua opinião aqui. Seus comentários são sempre bem-vindos!  

Criatividade e o empreendedorismo: tenha um restaurante de sucesso

Criatividade e o empreendedorismo: tenha um restaurante de sucesso

Criatividade e o empreendedorismo, em um segmento tão competitivo quanto o de bares e restaurantes, ter um estabelecimento vai muito além do esforço ou mesmo de se oferecerem opções de qualidade no cardápio. É preciso ser inovador e estabelecer diferenciais competitivos que fortaleçam o seu posicionamento no mercado.

Neste artigo, separamos algumas dicas de como você pode ser mais criativo na gestão do seu negócio e oferecer aquele algo mais que transformará o seu empreendimento em um restaurante de sucesso.   

A harmonização do ambiente

O primeiro passo para atrair consumidores para o seu restaurante consiste em pensar em cada detalhe que vai compor o ambiente, e isso envolve desde a organização das mesas, cores e decoração do espaço, vestimenta de funcionários até o som ambiente do restaurante.

Nessa etapa, vale a pena fazer um bom estudo do seu público-alvo para avaliar o que pode ser mais atrativo para o perfil desses consumidores. Afinal de contas, causar uma boa impressão inicial é um dos principais ingredientes na receita de um restaurante de sucesso.  

A diversificação de espaços

Outro elemento em que vale a pena investir recursos e criatividade diz respeito à criação de diferentes espaços no seu restaurante. Imagine que, além de um ambiente central onde serão servidas as refeições, você pode reservar, por exemplo, um local para servir drinques ou lanches rápidos.

E se o seu foco for atender públicos familiares, que tal criar também um espaço infantil? Avalie a possibilidade de tais investimentos, pois eles podem se tornar uma fonte de receitas interessantes para o seu negócio.   

O atendimento diferenciado

Oferecer um bom atendimento é obrigação para qualquer estabelecimento, certo? E se, além do bom atendimento, sua equipe pudesse oferecer uma abordagem que cativasse os seus clientes a ponto de os fidelizar? Pequenos detalhes podem fazer a diferença nessa etapa e tudo vai depender novamente de uma análise eficiente do perfil de seus clientes.

Anote algumas dicas: opte por um atendimento mais informal caso esteja lidando com um público jovem, pergunte o nome dos clientes e trate-os de modo mais pessoal no atendimento, fique atento não só aos pedidos, mas a eventuais necessidades, como a troca de uma mesa, e se antecipe quanto a tal demanda. Por fim, monte uma excelente equipe de garçons capaz de impressionar os seus clientes.

Conquistando o seu público-alvo com criatividade

Ser criativo na gestão de um restaurante implica ter em mente que, para conquistar novos consumidores e fidelizar um grande público, você precisará sair da rotina básica do dia a dia de um estabelecimento padrão.

Além de descontos e novas receitas, que tal oferecer um curso de culinária gratuito em uma ação promocional? O fundamental é pensar em maneiras inovadoras que possam aumentar sua proximidade com os clientes.

Apresentação é tudo em um restaurante de sucesso

Por fim, quando pensamos em todos os elementos que compõem um restaurante de sucesso, nada mais natural do que deduzir que a apresentação de seus funcionários também precisa ser impecável. O fundamental é saber escolher os melhores uniformes para sua equipe, levando sempre em consideração o conceito e o próprio ambiente do restaurante.

Sem dúvida, também é possível inovar na escolha dos uniformes. Que tal dar uma olhada em nosso site e fazer isso agora mesmo?

Criatividade e o empreendedorismo: tenha um restaurante de sucesso

Preciso treinar meus garçons! 7 dicas para melhorar o atendimento

Fácil acessibilidade, pontualidade e comida bem saborosa são alguns aspectos que podem fazer um restaurante ser especial diante dos concorrentes. O dono deve pensar não só naquele cheff de cozinha impecável, mas também em chaves essenciais que possam melhorar o atendimento do local.

É nessa hora que entram os garçons, responsáveis por tarefas muito importantes ao longo do expediente e que podem ser cruciais na satisfação do cliente em relação ao restaurante.

Separamos estas sete dicas para melhorar o atendimento do seu local e deixar os seus garçons ainda mais preparados. Acompanhe!

1. Treinamento básico

Assim como toda profissão, o garçom deve passar, primeiramente, por etapas que o preparem para o trabalho de acordo com as normas do gerente. Como servir as mesas, qual ordem seguir, de que forma anotar os pedidos – essas e outras tarefas devem ser ensinadas por um atendente-chefe, a fim de que o garçom seja dinâmico em suas ações e demonstre rapidez ao mesmo tempo.

2. Espírito de equipe

Não importa se o restaurante exige grande número de garçons ou se poucos já dão conta do recado. O que vale não é a quantidade, mas como os funcionários se relacionam entre si. O dono deve discutir com o grupo a melhor divisão dos setores entre os garçons e como garantir a melhor produtividade do estabelecimento ao trabalhar em equipe.

Nada pior, para a imagem e o rendimento do restaurante, do que brigas ou falta de entrosamento entre colegas de trabalho.

3. Uniformes padronizados

Uma equipe uniformizada certamente deixa o local muito mais apresentável e cortês. Garçons devidamente vestidos com trajes adequados, limpos e que não dificultem sua mobilidade são essenciais para um restaurante que deseja demonstrar elegância e credibilidade.

4. Bons hábitos

Um garçom deve, acima de tudo, mostrar educação ao falar com o cliente. Frases como “Boa noite” e “Obrigado” são obrigatórias no seu vocabulário, que deve ser formal e ao mesmo tempo discreto.

Ao perguntar ou servir um pedido, o tom de voz deve ser agradável, não incomodando o cliente ou as pessoas ao redor. Além disso, o garçom deve ser extremamente profissional, não falando mal de colegas ou do seu convívio de trabalho.

5. Para melhorar o atendimento, deve ter atenção 

A atenção é umas das prioridades que o garçom deve ter durante o expediente. Anotar de forma correta os pedidos, levá-los à cozinha e trazê-los às mesas certas são atitudes essenciais que não podem faltar, para não diminuir o ritmo do restaurante nem gerar insatisfação nos clientes.

Paciência também é um fator importante, pois um garçom apressado e ansioso passa insegurança, além de demonstrar inexperiência.

6. Postura

O modo de andar pode ser algo a que muitos não prestam atenção, mas que também é essencial para a mobilidade e elegância do garçom. Ao caminhar, a postura deve manter-se sempre aprumada, a bandeja deve ser apoiada de forma correta e a mão deve ficar desocupada, sempre atrás das costas. Detalhes como esses fazem a diferença para clientes mais atentos e rigorosos.

7. Técnicas e aprimoramentos

Dependendo das tendências, o restaurante deve se sobressair em comparação com os concorrentes ao demonstrar novidades que os outros não possuem, se enquadrando da melhor forma possível no gosto do cliente. Para isso, muitas vezes, é recomendado que os garçons façam cursos técnicos ou se aprimorem em um curso de idiomas, aproximando assim o relacionamento com o cliente.

Ao montar um restaurante, o dono deve pensar em todos os detalhes possíveis, desde os aspectos administrativos até as formas de se relacionar com as pessoas que vão usufruir de sua comida. Para isso, deve preparar seus funcionários de forma adequada, a fim de melhorar o atendimento e garantir credibilidade e clientela.

Essas foram algumas dicas para você treinar melhor os seus garçons e melhorar a forma de atendimento do seu restaurante. Não deixe de ver também nosso artigo sobre Como ter os melhores garçons no seu restaurante. Qualquer dúvida ou sugestão, deixe o seu comentário!

Como ter os melhores garçons no seu restaurante

A paixão pela gastronomia é quase uma unanimidade e leva muitos empreendedores ao desejo de abrir seu próprio restaurante. Há uma questão, entretanto: num restaurante, a boa comida não é o único fator para o sucesso. O ambiente também faz diferença e, mais do que qualquer outro elemento, o bom atendimento é fundamental. Para que a opinião dos clientes seja sempre positiva, você deve ter uma equipe de qualidade. Neste artigo, você verá cinco dicas de como ter os melhores garçons.

Como ter os melhores garçons

Antes de descobrir como ter os melhores garçons, você precisa descobrir o que é um excelente garçom. Quais características ele precisa ter? Como ele deve atender? Como deve se apresentar?

Para descobrir isso, a melhor maneira é perguntar aos clientes. Algumas respostas serão fáceis de prever: ele deve ser ágil, atencioso, educado. Porém, enquanto algumas pessoas podem preferir um garçom mais jovem e descontraído, outras esperam um garçom formal e distanciado – para citar apenas um exemplo. O estilo do restaurante também tem um forte peso na definição do perfil desejado para os garçons.

Então, antes de começar a formar sua equipe dos sonhos, crie uma imagem clara do que está desejando ofertar.

Cuidados na hora de contratar

Muitos donos de restaurantes erram ao não ter critérios durante o recrutamento, por acreditarem que o garçom não precisa ter competência ou experiência específicas. Assim, contratam indivíduos que não apresentam o perfil necessário para essa atividade, que exige um contato tão próximo com o cliente. Para que isso não aconteça no seu estabelecimento, você deve ser específico e rigoroso na hora de contratar os garçons.

Faça testes de habilidade, busque referências, pesquise sobre os locais em que os candidatos trabalharam, para conhecer sobre a experiência e o público ao qual estavam acostumados a atender. Isso pode fazer muita diferença para o seu negócio.

Importância em treinar

Mesmo que você tome todos os cuidados na hora da contratação, ainda é preciso realizar treinamentos com os garçons. É com o treinamento que você poderá conscientizar sua equipe dos padrões de atendimento do seu estabelecimento, e  cada restaurante possui padrões diferentes. Se você quer ter os melhores garçons no seu restaurante, treinamento e capacitação frequentes são um passo essencial.

Busque assessoria especializada para auxiliar nessa parte. Invista nos seus funcionários, adote um modelo de atendimento, padronize uniformes e gestos. Isso tudo faz muita diferença em termos de satisfação do cliente.

Necessidade de oferecer perspectiva

Você já selecionou bons garçons e treinou cada um deles para atender às expectativas da sua clientela. Agora, é preciso garantir que essa equipe, na qual você investiu tanto, permaneça unida e produtiva. Para isso, existem diversas maneiras de manter e motivar uma equipe de garçons, mas a melhor delas é oferecendo perspectiva de crescimento.

Com esse objetivo, você pode desenvolver um plano de carreira ou oferecer bônus por desempenho. Dessa forma, os garçons saberão que permanecer no seu restaurante e realizar um bom trabalho vai levá-los, com o tempo, a uma situação profissional e financeira cada vez melhor.

Permita que eles sintam o gosto

Literalmente. Para ter os melhores garçons, é necessário manter a equipe motivada. E é muito desmotivante trabalhar num restaurante e não poder aproveitar o que ele serve aos clientes. Servir comida de menos qualidade aos colaboradores leva, com o tempo, à desmotivação e frustração da equipe. Assim, você deve oferecer não só aos seus garçons, mas a toda a equipe as mesmas opções de refeição que serve aos clientes.

Como ter os melhores garçons depende de esforços, que vão desde a seleção até a retenção de talentos, o proprietário do restaurante precisa estar sempre atento à sua equipe, cujo aperfeiçoamento deve ser permanente. Com o tempo e uma gestão cuidadosa, ela irá se tornar um dos maiores trunfos do estabelecimento para fidelizar os clientes.

Quais são as maiores dificuldades que você enfrenta para encontrar bons garçons para seu restaurante? Conte nos comentários!

 

demo-attachment-84-Laptop

5 dicas de organização e limpeza de restaurantes

Restaurantes são negócios movidos normalmente pela paixão do proprietário pela culinária, e como qualquer coisa dominada pelo coração, pode faltar aquele toque de gestão e de organização para dar certo. Isso se reflete principalmente na limpeza de restaurantes, que muitas vezes é deixada em segundo plano, o que é lamentável.

Negligenciar a higiene, a organização e a limpeza pode acabar gerarando problemas com a vigilância sanitária, perda de clientes e uma série de outras coisas negativas para o seu negócio. Mesmo que este não seja o seu caso, vale a pena conferir as boas práticas para garantir a limpeza e a produtividade da sua cozinha, certo? Então conheça 5 dicas de organização e limpeza de restaurantes para facilitar a sua vida e ainda aumentar a lucratividade do seu estabelecimento:

1 – Menos é mais

Espaço é algo crítico na maioria das cozinhas que conhecemos em todo o mundo. É claro que muitos utensílios são indispensáveis para o trabalho de um bom cozinheiro, mas não é uma cozinha atulhada de equipamentos que vá garantir um prato delicioso na mesa dos seus clientes.

As facas, por exemplo. Sabemos que há uma infinidade de boas lâminas que podem ser usadas na preparação da comida, mas sabemos também que um bom chef precisa apenas de quatro facas:  faca de serra, de fatiar, faca curta de apara e a famosa faca do chef.

Processadores de alimentos podem ser bastante úteis, mas também podem fazer uma grande bagunça e ainda são difíceis de lavar direito. No lugar de um processador grande e complexo, pode ser usado o mixer de imersão que dá conta do recado para misturar, bater e triturar a maioria dos ingredientes.

Não estamos sugerindo que abra mão de todos os seus equipamentos e utensílios que ocupam muito espaço, mas queremos mostrar que há alternativas quando você conta com uma cozinha pequena.

2 – Faltou espaço para os lados? Vá para cima

Exatamente isso. Olhe para cima e verá espaços que podem ser aproveitados para guardar as coisas que são usadas apenas com menor frequência, como paredes (abuse das prateleiras!), vãos sobre as portas e até o teto – você pode usar ganchos e fixadores para prender panelas e outras coisas sobre toda a área. Evite, obviamente, partes sobre o fogão e freezer.

3 – Guarde junto o que é usado junto

Pode parecer evidente, mas é melhor não espalhar as coisas pela cozinha. Guarde panelas com panelas, potes junto dos potes, eletrônicos junto de eletrônicos e por aí em diante. Isso não só economiza espaço como deixa tudo mais organizado e ao alcance das mãos. Lembre-se de guardar tudo no mesmo lugar, sempre.

4 – Freezer desorganizado é uma fria

Mesma regra para o freezer. Separe os alimentos em áreas por tipo: carnes, legumes, frutos do mar, frutas. E para garantir a qualidade e a durabilidade dos produtos, guarde sempre os mais novos no fundo, assim você usa o que está há mais tempo no estoque primeiro e não perde nada por causa do prazo de validade.

5 – Crie uma rotina de limpeza de restaurantes

Crie uma rotina de limpeza que seja realizada sempre periodicamente, de acordo com a atividade do seu restaurante.

Grelhas devem ser limpas entre a preparação de carnes vermelhas, peixes e aves. Tábuas de corte precisam ser trocadas a cada preparo, e as bancadas devem ser limpas ao fim de cada receita, assim como as lixeiras, panos de limpeza e recipientes de água.

Entre os turnos de cada refeição, como o almoço e o jantar, além do que foi citado acima, também é preciso lavar o piso e limpar inclusive o chão de câmaras frigoríficas. Funcionários devem trocar seus aventais e também os dólmãs dos chefs. Fritadeiras e panelas devem ser lavadas. Toda e qualquer superfície deve ser limpa e higienizada com os produtos adequados, e o lixo levado para fora.

Ufa! Agora a cozinha está pronta para mais um turno. Só falta uma coisa… você assinar a nossa newsletter para não perder dicas e orientações como essas. E fogo na panela!